Conteúdo positivo: entenda a tendência de comunicação

Conteúdo Positivo

Crise econômica, violência, guerra, fome… Quem nunca ligou a TV e se sentiu mal assistindo ao jornal de notícias? Ou ficou impactado negativamente por uma matéria mais pesada? Estamos em um momento de excesso de informação e escassez de filtro de conteúdo, o que tem influenciado não só nossa saúde mental, mas também o corpo físico.

Muito por conta desse cenário, uma tendência vem ganhando força e relevância dentro no mercado: a produção e a disseminação de conteúdo positivo. E vamos contar tudo sobre o assunto neste artigo.

O que é um conteúdo positivo?

O conteúdo positivo é qualquer tipo de material que inspire, motive ou traga uma sensação de felicidade e bem-estar a quem o consome, em qualquer tipo de formato que esteja.

Ele pode incluir histórias de superação, mensagens de incentivo, notícias no estilo “veja o lado bom”, mindfulness, imagens ou vídeos inspiradores – o céu é o limite nesse sentido. O seu objetivo principal é deixar o público se sentindo melhor do que antes de terem interagido com ele.

Por que as pessoas têm buscado esse tipo de conteúdo?

O impacto das redes sociais na saúde mental é um tema cada vez mais discutido em todo o mundo. Em 2022, segundo o relatório “Digital in 2022: Brazil”, os brasileiros passaram em média mais de 10h por dia na internet, sendo 3 horas e 41 minutos nas redes sociais.

E enquanto essas plataformas oferecem conexão instantânea e oportunidades de compartilhamento de experiências, também apresentam desafios significativos. 

O constante fluxo de informações, o medo de perder algo importante (Fear Of Missing Out – FOMO) e a pressão por validação social podem contribuir para sentimentos de ansiedade, solidão e baixa autoestima. Experiências como cyberbullying ou exposição a conteúdos violentos, sexuais e de ódio podem ter consequências significativas na saúde mental, especialmente entre crianças, adolescentes e jovens adultos.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, 1 bilhão de pessoas no mundo sofrem com algum tipo de transtorno mental.

Já um estudo da Associação Americana de Psicologia mostrou que mais da metade dos americanos diz se sentir estressada, ansiosa e cansada e com dificuldades para dormir em razão das notícias ruins.

Onde entra o consumo de conteúdo positivo

Já consumir regularmente conteúdo positivo pode ter um impacto expressivo no bem-estar mental das pessoas, por isso ter acesso a conteúdo que inspire e eleve o ânimo pode ser um antídoto eficaz para o negativismo e a falta de motivação.

Segundo Amitav Chakravarti, professor de marketing na London School of Economics, em entrevista para o ThinkWithGoogle, ao consumir conteúdo positivo, o corpo libera dopamina, a substância química responsável pela motivação, satisfação e prazer. 

Quando falamos sobre empresas, publicar e promover conteúdo positivo tem o poder de criar uma conexão emocional profunda entre as marcas e seu público. Quando uma empresa compartilha mensagens que ressoam com os valores e aspirações de seus clientes, isso gera lealdade e engajamento.

Marcas que se associam a conteúdo positivo muitas vezes são percebidas de forma mais favorável pelos consumidores. Isso pode resultar em uma reputação de marca mais forte e uma imagem mais positiva perante o público. A consistência do conteúdo estabelece sua credibilidade, gera confiança e fortalece sua reputação.

E tem mais: campanhas de marketing que destacam questões sociais importantes ou promovem ações de responsabilidade social corporativa ressonam e falam diretamente com os consumidores. Segundo levantamento da ModaComVerso, 80% dos consumidores afirmam que deixariam de comprar um produto de marcas envolvidas em acusações relacionadas a causas sociais.

Agora como produzir conteúdo positivo de forma eficiente dentro da sua estratégia? Separamos algumas dicas para você.

Como entrar nessa tendência sem “forçar a barra”

Para criar conteúdo positivo, aposte no tripé: pessoas-autenticidade-equilíbrio:

– Pessoas se relacionam com pessoas, então sempre que possível, incorpore narrativas humanas autênticas em seu conteúdo pode ajudar a criar uma conexão mais forte com seu público;

– Mas busque sempre ser autêntico e genuíno, pois os consumidores detectam facilmente quando uma marca está tentando capitalizar apenas em tendências ou modismos, sem compromisso com o bem-estar do público (como o greenwashing, por exemplo);

– A chave para conteúdos positivos está no equilíbrio: busque fazer um balanço entre o positivo e o realismo, para que seu material seja tanto inspirador quanto autêntico.

Em resumo, o conteúdo positivo desempenha um papel crucial no marketing atual, não apenas beneficiando o público, mas também fortalecendo as marcas e impulsionando mudanças sociais positivas

Ao criar e promover conteúdo que inspire, motive e traga alegria ao público, as marcas podem construir relacionamentos mais fortes e impactar positivamente o mundo ao seu redor.

Últimas Notícias